Diocese de Cametá

“A Minha alma engrandece ao Senhor”! (Lc 1,46)

   “A gente vai, a gente vem, a gente atraca e desatraca, as vezes na marra”, mais certos de que a missão continua lá onde Deus nos quer servindo, o que se leva é um coração agradecido e feliz, por ser considerado servo inútil. É com este pensamento que elevamos a Deus, Nosso Senhor, nossa gratidão pela missão das irmãs do Instituto das Filhas de Maria Servas da Caridade, que missionaram na Vila Belo Monte, paróquia São Francisco de Assis, município de Novo Repartimento, onde estavam desde o dia 16 de julho de 2010 quando as primeiras irmãs: Ir. Piedade Costa Santos e Ir. Izabete de Amorim chegaram e foram acolhidas pelo então bispo prelado Dom Jesus Maria Cizaurre Berdonces, OAR.

   Reconhecemos que o missionário está de mala sempre pronta, atento ao mandato do Senhor: “Ide por todo mundo, pregai o Evangelho a toda criatura” (Mc 16,15) e que o seu endereço será sempre a missão. Sabemos, igualmente que os consagrados são cidadãos do infinito e, que a vida religiosa em uma diocese é a expressão do testemunho autêntico de vidas que se doam sem reserva; nada a si por que é dom.

   Na realidade desafiadora da região de Belo Monte, as irmãs que ali serviram desde as primeiras que fundaram a missão, o fizeram com afinco e com zelo. Mulheres fortes e felizes, deixando a nós a certeza de que o ardor missionário continuará vigoroso na vida daquela boa gente e de todos nós que tivemos a graça de beber do carisma do Instituto.

   Em nome do Administrador Apostólico Dom José Maria Chaves dos Reis, do clero, da vida religiosa, dos cristãos leigos e leigas, lideranças de nossas comunidades cristãs, pastorais, serviços, grupos e movimentos e de todo o povo de Deus agradecemos de coração os 12 anos de fecundidade apostólica dessas aguerridas servas de Maria, que vivendo o carisma vicentino, intuído desde de São Vicente de Paulo pelo Padre Venâncio de Melo, venerável fundador do Instituto. Deus seja louvado!

   É hora de partir! Há um vasto campo missionário que esperam a presença das Filhas Servas de Maria. Temos a certeza de que onde as Servas da Caridade estão e onde chegarem serão sempre instrumentos da caridade de Cristo, que as impele a fazer da própria existência uma oferta de amor, sobretudo aos mais pobres em suas diversas expressões. Fazemos votos de que Deus, Nosso Senhor providencie boas e santas vocações para o Instituto das Filhas de Maria Servas da Caridade.

   Maria, a humilde serva do Senhor, que no Magnificat cantou a esperança dos empobrecidos, auspicie bênçãos abundantes, para que na Igreja não falte homens e mulheres dispostos a servir com a caridade de Cristo, nos recomendamos à oração de vocês, para tão logo o Espírito Santo nos envie o novo pastor para a diocese de Cametá.

   Cametá-PA, 24 de junho de 2022,
   Solenidade do Sagrado Coração de Jesus.

   Pe. Raimundo Nonato Rodrigues Martins
   Padre Diocesano