Diocese de Cametá

   Ao completar-se o tempo da espera, hoje a Divina Providência, através do Papa Francisco proveu nossa diocese, vacante deste a transferência e posse de Dom José Altevir da Silva, CSSp, para sede episcopal de Tefé-AM, nomeando-nos um novo bispo. Desde então, estávamos em estado permanente de oração, pedindo ao Senhor da messe e pastor do rebanho a providência de um moderador da vida diocesana. Eis que, agora o temos é Mons. Ivanildo Oliveira Almeida, do clero diocesano de Imperatriz, no Maranhão, e o recebemos com festa! Ele chega no tempo pascal, tempo de júbilo e, junto com a antífona do salmo 117: “Este é o dia que o Senhor fez para nós: alegremo-nos e nele exultemos!” Sai também de nossos lábios a aclamação: “Seja bendito o que vem em nome do Senhor”! Bem-vindo, te esperamos com amor. Chega como um presente em meio as comemorações do décimo aniversário de criação e ereção canônica desta diocese. Chega para conosco dar passos sinodais na direção da Igreja em saída, chega para fazer e continuar fazendo história conosco nas terras e águas desta feliz e fecunda geografia missionária. Estará entre nós como pastor que com seu cajado nos guiará para as verdes pastagens.

   Com a chegada de nosso novo pastor, a nossa frente se abre um novo tempo que desejamos ser promissor e de fecundidade missionária na esteira da sinodalidade, onde pastor e rebanho caminham juntos. O Diretório para o Ministério Pastoral dos Bispos, Apostolorum Successores  diz: “Vigário do ‘grande Pastor das ovelhas’ (Heb 13, 20), o Bispo deve manifestar com a sua vida e com o seu ministério episcopal a paternidade de Deus, a bondade, a solicitude, a misericórdia, a doçura e a autoridade de Cristo, o qual veio para dar a vida e para fazer de todos os homens uma só família, reconciliada no amor do Pai, e a perene vitalidade do Espírito Santo que anima a Igreja e a apoia na sua debilidade humana” (AS, n.01).

   Assistidos pelo auspicioso auxílio da Bem Aventurada Virgem Maria, Mãe da Igreja e contando com a intercessão de São João Batista, nosso patrono diocesano, peçamos a Deus Nosso Senhor que conceda ao novo bispo um apostolado fecundo e feliz entre nós. Uma vez mais seja “bendito o que vem em nome do Senhor”!

Cametá-PA, 12 de abril de 2023.

Na oitava da Páscoa.    

Pe. Raimundo Nonato Rodrigues Martins

Pelo Clero Diocesano